O mundo em uma taças

Dê-me uma taça com um pouco de vinho, que


viajarei pelo mundo através de seus goles.






quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Cave Geisse Brut Terroir Rosé 2008: a confirmação do espulmante nacional!

             
 
Não vou perder tempo falando de novo sobre os grandes vinhos espulmantes nacionais. Sem introduções extensas e chatas, provém este vinho! Elaborado com 100% pinot noir, pelo método tradicional com 36 meses de autólise, é um dos melhores vinhos espulmantes nacionais e o melhor espulmante nacional rosé que já bebi. Linda coloração casca de cebola (como deve ser um rosé), com perlage intenso e finíssimo. Pouco diz no nariz, mas lembra rosas, goiaba, pequenos frutos vermelhos e mineral intenso. A prova de qualquer vinho rosé se faz na boca e este vinho passa no teste com sobras. Esbanja frescor e mineralidade, à ponto de ser bebido como cerveja, aos goles. Eu sei que isto pode ser ofensivo aos críticos, mas o vinho é muito refrescante e enche a boca com uma espulma de respeito. Harmonizei com queijo brie e geléias em geral e ficou incrível. Bebido na varanda de casa, numa noite de clima agradável, gerou um daqueles momentos inesquecíveis para agradecer à Deus, de joelhos, por estar vivo e desfrutar de tal prazer. Estou exagerando? Façam o mesmo e tirem a prova. Nota: 93 pontos. Preço: em torno de R$ 80,00. Avaliação custo-benefício ***.

2 comentários:

  1. Oi, Emílio.

    Não provei o Geisse Brut Rosé, mas acabei de realizar uma grande prova às cegas de espumantes (está lá no meu blog, o Vinho SIM) e o Geisse Brut Branco - que também é muito bom - ficou para trás do Cave Amadeu (uma espécie de irmão mais novo), o que chamou bastante à atenção dos degustadores. Como o Amadeu Rosé também se saiu muito bem nesta prova, gostaria de te sugerir que o provasse tentando compará-lo ao Geisse.

    Um abraço.

    Epifânio Galan - www.vinhosim.com.br

    ResponderExcluir
  2. "Espulmante"??? Não seria Espumante?

    ResponderExcluir