O mundo em uma taças

Dê-me uma taça com um pouco de vinho, que


viajarei pelo mundo através de seus goles.






quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Etna Rosso di Verzella 2005

 
                                        
Vida de enófilo que mora no interior e não é munido de grana é assim: você espera uma promoção e agarra com unhas e dentes, pois esta é a única maneira de experimentarmos vinhos diferentes e desconhecidos por um preço que não afete o orçamento doméstico. Este vinho foi comprado no bota-fora da World Wine por R$ 26,70, mas seu preço habitual é R$ 89,00. Sempre ouvi falar dos vinhos vulcânicos elaborados à partir de videiras cultivadas aos pés do vulcão Etna, um dos poucos ainda ativos no Velho continente. Vamos ao vinho: elaborado à partir de um corte de Nerello Mascalese. Nerello Cappuccio, com curto estágio em barricas de carvalho, apresenta coloração vermelho granada com reflexos cor de tijolo e bordas alaranjadas, aparência licorosa e lágrimas densas; lindo aspecto, no ponto máximo de evolução visual. Aromas de frutas vermelhas, lembrando mais a cereja e framboesa, com muita especiaria, toque herbáceo e mineralidade nítida. Em boca, oferece taninos ainda nervosos, muita acidez e boa persistência. O vinho está no limite de consumo e se mostra ainda agradável no pálato. É nítida sua vocação gastronômica e sua constituição vulcânica. Não tem grande complexidade, mas cativa pela curiosidade. Não o compraria pelo seu preço real, mas na promoção foi uma barganha. Nota: 89 pontos.

3 comentários:

  1. Pensei em comprar umas garrafas dele mas acabei desistindo por acreditar que a janela de consumo já estivesse fechada. Depois do seu post, vou arriscar. Já aproveito meu primeiro comentário para falar que passo pelo seu blog semanalmente. Abraço.

    ResponderExcluir
  2. comprei duas garrafas com base nessa resenha. chegarão na próxima semana e serão abertas nos próximos meses.

    ResponderExcluir
  3. Abri uma ontem... Vinho muito leve, gostoso para uma pizza

    ResponderExcluir