O mundo em uma taças

Dê-me uma taça com um pouco de vinho, que


viajarei pelo mundo através de seus goles.






terça-feira, 24 de maio de 2011

Don Pascual Roble Selecion del Enólogo 2005

Este vinho, eu trouxe de Montevideo (Uruguai) e não me lembro quanto paguei, mas tenho a certeza de que não foi caro. Ao entrar na loja de vinhos, solicitei ao vendedor que me apresentasse um "vinho de autor". Ele me mostrou alguns vinhos, mas falou especialmente bem deste vinho, o qual representaria um trabalho especial e que já estaria pronto para o consumo. Geralmente, os considerados "vinhos de autor", são vinhos feitos ao gosto do enólogo produtor, em pequenas produções e que não teria vocação comercial. Tudo bem, mas no rótulo deste vinho consta uma produção de 19383 garrafas, sendo que esta é a de número 6223, o que já não seria uma tão pequena produção. Outro problema: não consta no rótulo ou contra-rótulo, as castas utilizadas na produção deste vinho. Problemas à parte, vamos ao vinho: Ótimo! Logo ao colocar na taça, um vermelho rubi com reflexos e bordas alaranjadas denunciam um apogeu espetacular. Gira fácil na taça, deixando lágrimas que choram lentamente. Aromas viris de frutas vermelhas, tabaco, especiarias, herbáceo, côco e uma madeira perfeitamente integrada ao conjunto. Na boca, a fusão daquilo que esperamos em um bom vinho: elegância sem perder a força. Taninos redondos, quase aveludados, acidez correta. Vinho que tem grande vocação gastronômica, aguenta carnes vermelhas grelhadas e também massa com molhos vermelhos. Inegavelmente mais parecido com vinhos do Velho mundo, bem próximo à Barolos evoluídos. Não estou exagerando! Se alguém encontrar uma garrafa dando sopa, é tiro certo! Mas vejam bem: é vinho estilo Velho mundo! Com certeza, deve ter no corte a Tannat e a Cabernet Sauvignon e arrisco dizer que também a Merlot. Quem já bebeu o Montchenot argentino, vai perceber semelhanças. Gostei muito e este vinho é a prova de que, quando se coloca o capricho em primeiro plano e o comércio de vendas em segundo plano, o resultado é muito bom, mesmo em regiões não tão afamadas assim. Nota: 92 pontos.

Um comentário:

  1. Excelente Vinho! Estou procurando algumas garrafas dessa.

    Guilherme Viveiros.

    ResponderExcluir